Total de visualizações de página

terça-feira, 29 de junho de 2010

Branco












Não tinha emoção,
era a mesma sensação de olhar para uma parede branca.

O mesmo branco de sentimentos,
a "merma" coisa, dia apos dia.
Não por ser culpa,
não por estar errado.

Mas é fato,
as coisas do dia.
A poeira nos meus sapatos,
meu cabelo bagunçado.

Os olhos que nunca verei,
as pessoas que não trombarei.

Copos vazios,
mentes eletrizadas.

Nada me define,
afinal,
não busco definições de mim.

Busco emoções,
frio na barriga,
sorriso incontrolável,
a gargalhada,
e busco cor,
naquela parede branca.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Mais um dia


 
Respirei fundo,
senti o ar frio da manhã.

Sorri para mim mesma,
pois sim, sou eu, aqui viva,
respirando, e podendo lutar por meus ideais!

Lutei contra o cansaço,
esqueci mágoas passadas.
Ignorei aquela sensação de desalinho.

Pensei em tudo,
revivi tudo,
estiquei braços, pernas, coração.

Assimilei os sons,
e finalmente,
apertei aquele botão que silencia o despertador.

Ao final,
abri os olhos,
e vi,
o quanto tudo era belo!

Agradeci por mais um dia.....

segunda-feira, 21 de junho de 2010

E se....

E se...
Outros dias fossem menos escuros,
se algumas decisões não fossem tomadas.
                                                              
                                                                                                        Se o tempo tivesse parado,
se as horas pudessem voltar,
se as noites não fossem tão frias,
se a solidão não afetasse tanto.

E se o amanha fosse diferente,
se o coração parasse de bater,
talvez,
um pulsar, uníssono,
realidade irreal...

E se não fôssemos tão iguais,
se nossos caminhos não fossem tão diferentes.



E se,
o universo paralelo pudesse se fundir,
se o futuro fossemos nós....

E se.....

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Lugares


Tem lugares que são pessoas,
literalmente.

Lugares que guardam essência,
que nos trazem de volta um momento,
que nos lembram um cheiro,
e que trazem consigo, pura nostalgia.

Já aconteceu com você,
e acontece com todo mundo a todo momento.

As vezes são como flashes na  mente.
Faz a gente se perder no meio de um pensamento,
nos faz divagar.

Tá bom que nem todas memórias são boas,
mas nossa história não é feita somente das boas,
não é mesmo?

Houveram despedidas,
micos,
mancadas,
sorrisos,
lágrimas,
eternidade.

Pessoas vem e vão,
mas os lugares continuam lá...
E as memórias,
também!
Elas sussurram em nossos ouvidos,
como velhos fantasmas
que simplesmente não querem ser esquecidos.

Pessoas também são sons,
imagens e coisa e tal.

Mas os lugares guardam pedaços da alma.

E pra alguém também somos algum lugar,
com certeza.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Da-lhe Brasil!

O povo acredita!

Todos numa mesma vibração...

É quando o país se une,
e torce junto...
quando os corações tem o mesmo compasso!

Nós,
que não nos unimos contra a corrupção,
que não lutamos contra a impunidade!

Época de Copa muda tudo!

Todo mundo é amigo de todo mundo!
Abraçamos desconhecidos na rua!
"Somos brasileiros!!!"

Ao som da Vuvuzela,
é "nóis",
talvez o Hexa...

Não desistimos nunca!

=)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Ao dia do Amor!


"...eu sem você não sou ninguem..."
incompleta,
imperfeita,
pedaços de mim...

Preciso de você,
para unir o melhor e o pior de mim...

Você,
a pessoa que me ensinou a amar,
um amor saudável,
que não corrompe,
amor que cresce,
que faz o coração bombear,
que manda vida para todas as partes do meu corpo.

A pessoa que minha alma escolheu,
para partilhar,
para se doar.



Sintonia de sentimentos,
emoções,
sorrisos e suspiros.

Eu te amo,
e amarei em cada dia,
em cada novo amanhecer.

Estarei sempre aqui por você,
e estarei onde você estiver...
Porque amar,
é encontrar o contra-ponto da sua propria alma.
É se ver no outro,
é querer ser sempre melhor.

Amanha é somente mais um dia,
para que eu possa te mostrar com meus olhos
o quanto você me faz feliz.

Te amo,
hoje,
sempre,
com todo o meu ser.

Feliz dia dos namorados!

terça-feira, 1 de junho de 2010

E lá vamos nós!

Bolhas,
multicoloridas...
passeando pelo céu,
Olhos e olhares por todos os lados,
rostos desconhecidos,
rostos do passado.

Música,
entorpecente,
viciante,
magnética...

Nem essa nem aquela,
o conjunto...
que formam a essencia de mim.
Que translaçam minha história,
que moldaram meus sentimentos.

Fotos mofadas,
roupas que não servem mais...

E um ano melhor para ser moldado...

e lá vou eu....